Ainda sobre o símbolo @ - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ainda sobre o símbolo @

Devemos dizer "o arroba" ou "a arroba"? Penso que seja "o arroba", mas não tenho a certeza e já ouvi pronunciar das duas formas.
Aproveito para acrescentar que o símbolo @ é originário do latim "et" que por sua vez significa "at" em inglês. Já era usado na época medieval pelos monges copistas. Foi Ray Tomlinson, um engenheiro norte-americano, que o introduziu em 1971, no contexto de rede. O primeiro endereço utilizado foi tomlinson@bbn-tenexa

Joaquim Frade Portugal 6K

Devemos dizer a arroba, já que se trata de um substantivo feminino.

E a informação de que dispomos não coincide com a que simpaticamente nos veicula. O símbolo que corresponde ao latim ‘et’ é &. O símbolo @ foi «originariamente abreviatura feita por copistas medievais para o latim ‘ad’, que, em inglês, passa a abreviatura de “at”, indicando inicialmente, em linguagem comercial, o valor unitário do elemento que o precede (50@2£ = 50 a 2 libras cada um)», cf. Dicionário Houaiss. É muito provavelmente devido a esta prática anglo-saxónica que se deve a inclusão do símbolo @ nos teclados, mas nós, falantes de português, já o conhecíamos como abreviatura da antiga unidade de medida de peso arroba, razão por que assim lhe continuámos a chamar.

O norte-americano Ray Tomlinson foi o engenheiro que criou, na data que refere, o endereço electrónico. Nessa altura, era preciso um carácter de escassa utilização que funcionasse como separador entre o nome e o destino (como em ciberduvidas@sapo.pt). O símbolo @ caiu que nem uma luva, pois, nessa língua, significava «em» (“at”), separando graficamente os dois elementos e, simultaneamente, unindo-os semanticamente, permitindo a leitura «Ciberdúvidas em Sapo».

Rui Gouveia
Classe de Palavras: substantivo