Helena Matos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Helena Matos
Helena Matos
1K

Helena Matos, (1961). Autora da obra Salazar em dois volumes. Começou por ser professora do ensino secundário. Trabalhou em seguida como jornalista. Mais recentemente foi consultora histórica das séries Conta-me Como Foi (RTP) e Depois do Adeus (RTP). Faz comentário no Diário Económico e na Antena 1.

 
Textos publicados pela autora

 

      Ao longo da semana foi o PÚBLICO dando a conhecer diversas cartas dirigidas ao director deste jornal a propósito da crónica que dediquei à Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário (TLEBS).      

Podemos discutir interminavelmente as vantagens e desvantagens da nova terminologia. Pessoalmente considero-a confusa, desadequada e prolixa. Pode objectar-se que a terminologia substituída pela TLEBS também padecia dos me...

Palavra lexicalizada; expressão sintática lexicalizada; composto morfo-sintático subordinado; composto morfo-sintático (estrutura de reanálise); composto morfológico coordenado – eis tudo aquilo que está a ser ensinado nas escolas portuguesas para substituir o que gramaticalmente era descrito como palavra composta por justaposição.

A expressão "Ide e multiplicai-vos" pode neste momento ter pouca aplicação entre as populações humanas da Europa Ocidental, com as suas pirâmides populacionais invertidas, mas há que convir que noutros domínios os conselhos bíblicos são tomados absolutamente à letra. O caso dos livros escolares é um deles.