O léxico da covid-19 - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início O léxico da covid-19 B
O léxico da covid-19  (B)
Letra B

A deflagração, à escala planetária, da pandemia mais assustadora dos últimos dois séculos, trouxe o desenvolvimento de um campo lexical, até aqui inexistente. Durante várias semanas, deixámos registadas em outras tantas Aberturas do Ciberdúvidas (aquiaquiaquiaqui aqui) termos, palavras e expressões pouco conhecidas do comum dos falantes em língua portuguesa – algumas das quais usadas apenas em contextos de ficção científica ou num plano de análise teórica. Mas, também, alguns casos, como a controvérsia sobre a obrigatoriedade ou não da máscara para proteção individual por pessoas sem sintomas (assintomáticas).  A lista completa com a respetiva significação e contexto médico, mas também do ponto vista social, económico, político e tecnológico: aqui.

Entretanto, veja-se a seguir a letra B.

O léxico da covid-19  (B)
B.1.1.7—ba—bi

B.1.1.7; B.1.351; B.1.526; bactéria; bactérias oportunistas; baixar a curva; bala de prata; banhos; bares e discotecas; bartoon; batismos, crismas e casamentos; bazuca; bazucar; BBIBP-CorV; BCE; BCG; bebés; beijinhos, abraços e passou-bem; Bem Comum Global; bem de interesse público; bem público mundial; benefícios/riscos; berbicacho; bicho mau; bilião; BioNtech; bioRxiv; birras.

O léxico da covid-19  (B)
bo—bu

boatos.org; boia de salvação; bolha; bolha ambulante; bolhas de apoio; bolha... de ódio; «bolhas domésticas»; bolsocaro; bolsonaristão; #BolsonaroTemRazão; bolsoniques; bolsotrumpistas; Bora Testar; Boris Johnson; boxes; Brigadas de Intervenção Rápida; brutal; bufês; bunker; «burguesia do teletrabalho»; burlas; burnout; ou butantan.