Zero horas, zero graus - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Zero horas, zero graus

1. – Este trabalho começa à 1 (uma) hora. Toda a gente deve chegar antes das 0 (zero) horas para se iniciar a tarefa.
2. – Os termómetros marcaram 0 (zero) graus centígrados.
Pergunta: Qual é a explicação para as duas questões (zero horas e zero graus centígrados)?

Fernando Tavares Portugal 5K

Estas questões dizem mais respeito à física do que à linguística. Mas como a língua está afinal em todo o pensamento humano, como diz o mestre Prof. Dr. Neves Henriques, penso que não é descabido tentar satisfazer o nosso consulente quanto às suas dúvidas sobre os termos em título.
Zero horas entende-se como o momento de contagem de tempo dum dia que começa, dividido em 24 horas, considerando-se que às 12 h o Sol está na máxima altura (estará nessa máxima altura, presentemente e no meridiano de Lisboa, cerca de 1 h 36 min depois do meio-dia horário, visto o nosso fuso ser o do meridiano de Greenwich, a 9º E de Lisboa). Nesta definição, 24 h é o momento em que o dia acaba, coincidindo com o momento zero do dia seguinte.
Zero graus centígrados (em rigor deve dizer-se graus Celsius) representa a temperatura do gelo fundente, numa escala dividida em cem partes (centígrada), na qual o valor 100 é o da ebulição da água; sempre em condições determinadas de pressão e temperatura ambiente.

Ao seu dispor,

D´Silvas Filho