«Tú vae acabar tútú» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Tú vae acabar tútú»

Ao longo da releitura de Capitães da Areia (edição de 1937), de Jorge Amado, deparei com esta construção: «– Tú não pode passar um dia sem bater coxas com esta bruaca, não é? Tú vae acabar tútú..» (CA, 1937, p.92). O que intrigou aqui foi a acepção para "tutu". Das quatro possibilidades de sentido para "tutu" (sem tantos agudos), nenhum se encaixa perfeitamente ao que espero do contexto. Qual o sentido para "tutu" no caso em tela?

Vicente de Paula da Silva Martins Professor Universitário (UVA, Brasil, Ceará, Sobral) Sobral, Brasil 442

Sim, a questão é intrigante.

Considerando as diversas possibilidades de significação do vocábulo «tutu»:

A partir do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa e do Dicionário Priberam, tentaremos propor algumas possibilidades de compreensão e de leitura  para o possível  significado que o narrador do romance Capitães da Areia possa ter querido dar, ou sugerir, à palavra «tútú».

 “ – Tú não pode passar um dia sem bater coxas com esta bruaca, não é? Tú vae acabar tútú.” (CA, 1937, p.92). 

A fala transcrita acima é um exemplo da oralidade da língua, da linguagem coloquial e familiar, distanciada portanto das normas gramaticais da concordância verbal, da ortografia e da acentuação gráfica vigentes.

As expressões «bater coxas» (fazer sexo), assim como «bruaca» (velha prostituta), já nos remetem, claramente, ao campo semântico do sexo, da sexualidade.

 Assim, propomos três leituras para a palavra tútú na citada frase-resposta:   

« – Tú vae acabar tútú.» 

1. « – Tú vae acabar sendo seu «cachorro, cão» .

Aqui consideramos a possibilidade de o narrador ter-se remetido ao uso coloquial (através do humor e da ironia) da palavra «toutou» cuja significação, em língua francesa é «le chien». Se assim for, o narrador pode ter querido enfatizar o tom de submissão, de menosprezo, de desdém, de desvalorização moral da personagem.

A dupla acentuação da vogal ú «tútú» remete-nos ao pronome pessoal sujeito da frase «tú» e parece-nos uma intenção proposital  de redundância; a reiteração fónica /tú/, como recurso estilístico,  pode ser a maneira de dar à frase um tom jocoso e brincalhão. 

2. Se considerarmos o significado da palavra «tutu» enquanto «iguaria de feijão cozido misturado com farinha de mandioca, cuja consistência é mole», poderíamos ir mais além na nossa interpretação: de tanto fazer sexo com a bruaca, o seu próprio sexo acabará tornando-se «mole» como a iguaria « tutu »). Se aqui também pensarmos num possível sentido metafórico do «tutu», enquanto mistura de caldo de feijão com farinha, podemos chegar aos sentidos de fraco, sem firmeza, impotente sexualmente, sem vigor, esbagaçado, cansado, destruído, reduzido a cacos, estraçalhado…      

3. Na língua quimbundo, encontramos o registo quitutu, que significa «chefe local ou pessoa muito influente». Teria o narrador querido expressar a ideia de que a assiduidade sexual da personagem para com a «bruaca» o colocaria em posição superior? 

Gostaria de assinalar que tivemos a oportunidade de questionar a este respeito a própria filha do escritor Jorge Amado, Paloma Amado, que nos respondeu lamentar muito, mas, disse ela: «esqueci-me completamente do que o papai havia podido dar como explicação a esta expressão 'acabar tútú', no momento em que, com ele, revi toda a sua obra».

Regina Maria Antunes Meyerfeld
Tema: Variedades linguísticas Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Estudos Literários Campos Linguísticos: Atestação/Significado de palavras