Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sobre a forma mai-lo

Na expressão «mais o mar que eu nunca vi» oiço, por vezes, a forma antiga «mai-lo o mar...». Como se pode classificar gramaticalmente esta forma de expressão que, penso, tenha caído em desuso?

João Machado Reformado Lisboa, Portugal 3K

Na expressão citada, o está a mais.

«Mais o mar», numa forma anterior, «mais lo mar», deu «mai lo mar», onde o s se assimilou ao l de lo e depois caiu. Portanto, «mai-lo o» é pleonasmo errado, visto o estar a mais, repetido. Gramaticalmente mai-lo é, pois, a contracção do advérbio de quantidade mais com o artigo o, na sua forma mais antiga lo.

 

F. V. Peixoto da Fonseca
Áreas Linguísticas: Morfologia; Ortografia/Pontuação