Rúben, Rubens e Rubem - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Rúben, Rubens e Rubem

Encontro por todo o lado nomes próprios paroxítonos que não respeitam as regras de acentuação de palavras como "pólen", "açúcar", "ónix", etc. Há mesmo entre os consulentes do Ciberdúvidas imensos "Rubens" sem acento e nunca vi que alguém os "admoestasse". Várias vezes os donos de antropónimos do género me asseveraram que não colocam o acento nestas palavras.

Haverá, porventura, alguma excepção que permita não acentuar nomes como "Rúben", "Hamílton", "Hélder", "Óscar", "Félix" e afins?

Aceitem o reconhecimento de um admirador e utente assíduo do Ciberdúvidas.

Antero Monteiro Brasil 7K

Todos os vocábulos que indica, com terminações n, r, x, devem ser acentuados para não se pronunciarem como oxítonos (agudos).

Rebelo Gonçalves regista Rúben, acentuado (terminação n). Mas regista também Rubem como variante brasileira, palavra paroxítona (grave), que não precisa de acento (terminação em, como outrem). Rubens, igualmente palavra paroxítona, não precisa de acento (terminação ens, como jovens).

Sublinho que cada um pode usar no seu nome a grafia que estiver registada oficialmente1.

Ao seu dispor,

 

N.E. – No Brasil usa-se a forma Rubem. Quanto aos outros nomes assinalados pelo consulente, cf. Textos Relacionados.

1 Segundo as reformas ortográficas de 1990 e 1945, «para ressalva de direitos, cada qual poderá manter a escrita que, por costume ou registo legal, adote na assinatura do seu nome.»

D´Silvas Filho
Classe de Palavras: substantivo
Campos Linguísticos: Estrangeirismos; Acento