Regionalismos da região entre o Ribatejo e Coimbra - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Regionalismos da região entre o Ribatejo e Coimbra

Atualmente estou a fazer um trabalho onde tenho de encontrar os diferentes regionalismos entre o Ribatejo e Coimbra, mas apenas encontro meia dúzia de palavras.

Será que me poderiam indicar alguns?

Diogo Fidalgo Ele{#c|}tricista Coimbra, Portugal 3K

Uma consulta do Dicionário de Expressões Populares Portuguesas (Lisboa, Edições D. Quixote, 1994), de G. Augusto Simões, permite recolher os seguintes regionalismos e respectivos significados (letras A a C):

1. Coimbra (sobretudo vocabulário da gíria dos estudantes de Coimbra)

à futrica, «termo usado em Coimbra para todos aqueles que não estão vestidos de capa e batina» (Univ. Coimbra)

agarrar-se ao verbo, «estudar» (Univ. Coimbra)

atravessadeira, «mulher que às portas da cidade compra géneros destinados ao mercado, revendendo-os neste por maior preço do que se os fornecedores os expusessem directamente à venda»

barbatana, «queixas» (Univ. Coimbra)

chasca, «casa de penhores» (Univ. Coimbra)

2. Ribatejo (inclui termos do minderico, falar ou gíria de Minde, Alcanena)

bairêa (minderico), «habitação

boneca, «o mesmo que suporte para candeeiro» (Coruche)

cabação, «pimento grande» (Chamusca)

canão, «se não», «eu não» (Tomar)

chasca (minderico), «bofetão»

chocolateira, «cafeteira» (Coruche)

Note-se que as palavras listadas podem já não estar vivas na fala de Coimbra ou do Ribatejo, uma vez que as fontes de G. Augusto Simões já têm bastantes anos, podendo não ter acompanhado a modificação do estilo de vida dos últimos trinta a vinte anos.

 

Carlos Rocha