Plural de falso-positivo e falso-negativo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Plural de falso-positivo e falso-negativo

Sou médica e em muitas apresentações tenho ouvido “falsos-positivos” e “falso-positivos”. Qual é forma correcta? Grata.

Maria Ribeiro Médica Portugal 9K

Os compostos falso-positivo e falso-negativo não se encontram registados nos dicionários gerais de língua portuguesa. No entanto, estes compostos podem ser considerados novas unidades semânticas normalmente utilizadas em linguagem médica ou no domínio da informática. Na terminologia da medicina utilizam-se quando se refere o resultado de um exame laboratorial como falsamente positivo ou negativo. Os termos falso-positivo e falso-negativo são utilizados na terminologia informática para designar uma situação em que uma “firewall” não está devidamente configurada e indica como ataques respostas a solicitações feitas pelo próprio usuário ou permite actividades que na realidade são ataques. Relativamente à flexão destes compostos, apenas o último elemento deve flexionar: falso-positivos e falso-negativos. Estes compostos pertencem à classe gramatical dos adjectivos, e o primeiro elemento funciona como uma unidade invariável. Não se trata de dois adjectivos em relação de coordenação, logo não se flexionam os dois elementos do composto.

Carla Viana