Palavras semelhantes a eis (em português da Galiza) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Palavras semelhantes a eis (em português da Galiza)

Em português da Galiza usamos duas palavras semelhantes a eis: velaqui, que significa algo assim como: «eis aqui» (voici, em francês); e velaí, que significa: «eis aí» (voilá, em francês). Gostaria de saber se estas duas palavras existem em português de Portugal e se são admitidas na língua portuguesa internacional.

Muito obrigado.

Joao Gabriel Molinelli Rivadulha Estudante Corunha, Galiza 3K

As formas velaí e velaqui, equivalentes a eis, não têm tido entrada em dicionários portugueses. No entanto, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (2009), da Porto Editora, que integra vocábulos galegos, regista realmente essas palavras, por via da colaboração da Academia Galega da Língua Portuguesa.

Direi, portanto, que velaí e velaqui não fazem parte do léxico do português europeu. O que não quer dizer que não possam fazer parte do léxico do português numa perspectiva alargada. Tão alargada, que se considere legítimo incluir no conceito de português os dialectos galegos.1

1 N. E.: Este parágrafo tinha inicialmente a seguinte redacção:

«Direi, portanto, que velaí e velaqui não fazem parte do léxico do português europeu. O que não quer dizer que não possam fazer parte do léxico do português numa perspectiva alargada. Tão alargada, que se considere legítimo incluir no conceito de português os dialectos galegos — apesar de estes terem norma própria fixada por outras entidades (Real Academia Galega, Instituto da Língua Galega) com intervenção na política linguística da Galiza.»

Tendo a última frase sido objecto de contestação por parte de alguns consulentes, que nos expuseram os seus pontos de vista, decidimos alterar a sua formulação, com a concordância do consultor. Os reparos que foram feitos encontram-se na rubrica Controvérsias.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: interjeição