Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Os numerais em algarismos e por extenso
Li um texto em que aparecia a seguinte frase: «Foi actriz quarenta e cinco anos dos 47 que viveu. Apareceu em 32 filmes...». Por que razão aparece primeiro por extenso e depois em algarismos?
Obrigado.
José Almeida Portugal 5K
Depois de consultadas algumas gramáticas e prontuários, verifica-se que estes não apresentam qualquer regra para o uso dos numerais: quando é que se usam os algarismos e quando por extenso. No entanto, nas frases que dão como exemplo, tanto a antiga Gramática do Ensino Liceal (de José Joaquim Nunes) como a Gramática do Português Contemporâneo (de Lindley Cintra e Celso Cunha) apresentam os numerais por extenso, à excepção das datas. É realmente essa a forma tradicional e a mais correcta, embora nos tempos actuais, talvez por uma questão de rapidez, ou pressa, nos tenhamos habituado a usar os algarismos, em detrimento da sua apresentação por extenso. No exemplo que apresenta não há qualquer justificação para que apareça um por extenso e os outros em algarismos.

Maria Leonor Santa Bárbara