Os graffiti = os grafíti = os grafitos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Os graffiti = os grafíti = os grafitos

Escreve-se grafito, grafite ou graffiti?

Pretendo referir-me aos desenhos ou rabiscos feitos nas paredes, normalmente com "sprays" de cores berrantes. Mas como se escreve?

1. grafito (como surge no dicionário Universal da Texto Editora),

2. grafite (como no Houaiss brasileiro)

3. ou graffiti (como se diz no anexo do dicionário Universal)?

E consequentemente, qual o plural da palavra (os graffiti ou os graffitis)?

Muito obrigado.

Luís Amadeu Portugal 7K

A palavra graffiti (plural de graffito), com o significado de frases ou desenhos feitos em muros ou paredes de locais públicos, é um estrangeirismo italiano. A palavra graffiti já está no plural e usa-se precisamente no plural, que em italiano não leva «s». Optando por ela, sendo uma palavra estrangeira, devemos escrevê-la entre aspas ou em itálico.

Em português, para designar o mesmo, temos o termo grafito – grafitos, no plural –, já existente em dicionários portugueses desde o século XIX, com o significado de «inscrição em paredes ou monumentos antigos» e que ganhou também aquele significado mais recente.

Quanto a grafite - ou grafita, no Brasil -, é um termo que provém do francês (graphite): designa o mineral de cor negra utilizado no fabrico de lápis.

Todas estas palavras têm, na sua composição, o elemento graf-, do grego gráphein, que significa «escrever» ou «gravar».

N. E. (19/06/2016) –  A forma aportuguesada grafíti encontra-se já abonada Vocabulário Ortográfico do Português, assim como  no Dicionário Priberam. Já os dicionários brasileiros registam grafite, no sentido de «rabisco» e «inscrição» (ver Dicionário Houaiss e Dicionário UNESP do Português Contemporâneo). Sobre o graffito, grafito ou grafite como forma de expressão da cultura urbana, ver o vídeo de parte de uma palestra do poeta brasileiro Paulo Leminski (1944-1989). Agradece-se ao consulente Nicolas Maia (Rio de Janeiro) a chamada de atenção para este registo.

Maria Regina Rocha