O género do anglicismo "plotter" - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O género do anglicismo "plotter"

O nosso vocabulário tem hoje muitos termos em inglês que não estão (ainda) aportuguesados, principalmente na área da informática. É o caso de plotter, máquina para desenho, impressão ou corte. A minha pergunta prende-se com o facto de ouvir sistematicamente dizer «a plotter», «uma plotter» (do mesmo modo, «a layer» ou «uma layer») quando acho que a palavra deverá ser masculina dado que acaba em r.

Fico a aguardar os vossos esclarecimentos.

Os meus agradecimentos antecipados.

Maria João Duarte Portugal 4K

Se browser («navegador, programa de consulta da Internet»), blinker (dispositivo que emite luz intermitente») e freezer («congelador») têm género masculino em português (cf. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa), então poder-se-ia pensar que plotter deveria seguir o mesmo modelo. No entanto, existe camcorder, que é feminino, provavelmente porque a sua tradução em português é feita com base num nome feminino: «câmera de gravação e reprodução de imagens e sons» (idem). Este contra-exemplo, pode, pois, explicar que se use plotter no feminino, dado que corresponde a um objecto nomeado genericamente por um nome feminino, ou seja, máquina.

Mas receio que não haja consenso quanto ao género a dar a estes anglicismos. Se pegarmos no caso de scanner, «leitor óptico», verifica-se que o critério de atribuição de género não é claro, pelo menos a julgar pelos dois dicionários que consultei. O Dicionário Houaiss classifica scanner como nome feminino, para depois definir como masculino a forma aportuguesada (escâner). O Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciência de Lisboa indica que scanner e scâner, sua adaptação gráfica ao português, são do género masculino.

Concluindo, considero que plotter é feminino, porque é uma máquina, mas tenho a consciência de que pode haver variação de género quando não se sabe bem como qual é o termo geral português (máquina? dispositivo?) para o objecto designado pelo anglicismo.

Por último, confesso que não conheço nenhuma regra em português que defina as palavras terminadas em r como pertencentes ao género masculino. Basta referir a palavra mulher.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo