Marco Polo e o negócio da China - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Marco Polo e o negócio da China

Gostaria de saber qual a origem da expressão «negócio da China».

Obrigado.

João Oliveira Setúbal, Portugal 862

A explicação para a origem da expressão idiomática encontra-se no Dicionário de Expressões Correntes, de Orlando Neves, Notícias Editorial, que passamos a transcrever:

«Desde que Marco Polo deu a conhecer aos europeus a China e as maravilhas da gente e da terra, aquele país entrou no imaginário ocidental como um local onde sucediam coisas extraordinárias, espantosas, inauditas. A partir do momento em que os imperadores da China fizeram concessões especiais aos países da Europa, negociar com os chineses passou a ser algo de muito lucrativo, uma pechincha, que é, afinal, o sentido da frase.»

Maria Eugénia Alves
Campos Linguísticos: Expressões idiomáticas