Maiúsculas e minúsculas nos títulos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Maiúsculas e minúsculas nos títulos

Tenho visto em todos os manuais técnicos e outros livros como romances, etc., na língua Inglesa e Portuguesa que os títulos dos capítulos, sub-capítulos são escritos com letra maiúscula, quero dizer todas as palavras constituintes do título excepto os artigos e as preposições. No entanto quando fiz a escolaridade secundária aprendi que apenas a primeira letra da frase se escreve com letra maiúscula e dos nomes próprios.

Gostaria de saber que regra está subjacente a este modo de escrever os títulos.

Agradeço desde já a vossa resposta.

Ília Branco Portugal 14K

Sobre este assunto, a matéria normativa que vigora em Portugal é a Base XLIV do Acordo Ortográfico de 1945 (Decreto n.º 35 228, publicado em 8 de Dezembro de 1945):

«Escrevem-se com maiúsculas iniciais, nas citações, os títulos e subtítulos de livros, de publicações periódicas e de produções artísticas: O Primo Basílio – Episódio Doméstico, Os Sertões, Os Serões Gramaticais; A Noite (nome de jornal), Diário Oficial, Revista Lusitana; O Desterrado (estátua de Soares dos Reis), O Guarani (ópera de Carlos Gomes), Transfiguração (quadro de Rafael). No entanto, escrevem-se com minúsculas iniciais (ou minúscula exclusiva, se unilíteros), sem prejuízo de haver sempre maiúscula na primeira palavra, os seguintes componentes de títulos e subtítulos deste género; 1.º) formas do artigo definido ou do pronome demonstrativo afim; 2.º) palavras inflexivas (preposições, advérbios, etc.), simples ou combinadas com as mesmas formas; 3.º) locuções relativas a qualquer categoria de palavras inflexivas e combinadas ou não de modo idêntico. Exemplos dos três casos: Contra o Militarismo, Sóror Mariana, a Freira Portuguesa; A Morgadinha dos Canaviais – Crónica da Aldeia, Mil e Seiscentas Léguas pelo Atlântico, Oração aos Moços, Reflexões sobre a Língua Portuguesa, Voltareis, ó Cristo?; Algumas Palavras a respeito de Púcaros em Portugal, A propósito de Pasteur, Viagem à roda da Parvónia.»

João Carreira Bom
Campos Linguísticos: Maiúsculas/minúsculas