Gentílicos das capitais dos estados do Brasil - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Gentílicos das capitais dos estados do Brasil

Gostaria de obter uma lista com os gentílicos das capitais brasileiras.

Sheila Castro Cidade São José do Rio Preto – SP, Brasil 20K

Eis a lista com o nome das cidades e de onde são capitais [observe-se que os adjectivos não são usados com inicial maiúscula a não ser quando iniciam a frase]:

Aracaju (Sergipe): aracajuano – também se usa aracajuense, mas a primeira forma é preferível.
Belém (Pará): belenensebelemita é o natural de Belém na Cisjordânia.
Belo Horizonte (Minas Gerais): belo-horizontino.
Boa Vista (Roraima): boa-vistense.
Brasília (Distrito Federal): brasiliense.
Campo Grande (Mato Grosso do Sul): campo-grandense.
Cuiabá (Mato Grosso): cuiabano – de forma jocosa, os cuiabanos são muitas vezes referidos como “papa-peixes”.
Curitiba (Paraná): curitibano.
Florianópolis (Santa Catarina): florianopolitano.
Fortaleza (Ceará): fortalezense.
Goiânia (Goiás): goianiense (o natural do estado é um goiano).
João Pessoa (Paraíba): pessoense.
Macapá (Amapá): macapaense.
Maceió (Alagoas): maceioense.
Manaus (Amazonas): manauense.
Natal (Rio Grande do Norte): natalense – de forma jocosa, os natalenses são referidos como “papa-jerimuns”.
Palmas (Tocantins): palmense.
Porto Alegre (Rio Grande do Sul): porto-alegrense.
Porto Velho (Rondônia): porto-velhense.
Recife (Pernambuco): recifense.
Rio Branco (capital do Acre): rio-branquense.
Rio de Janeiro (Rio de Janeiro): carioca – não confundir com fluminense, natural do estado do Rio de Janeiro.
Salvador (Bahia): soteropolitano ou salvadorense – muitos portugueses costumam chamar a cidade de São Salvador, mas o nome é apenas Salvador.
São Luís (Maranhão): são-luisense ou ludovicense (forma pouco usada).
São Paulo (São Paulo): paulistano – não confundir com paulista, que é o natural do estado de São Paulo.
Teresina (Piauí): teresinense.
Vitória (Espírito Santo): vitoriense ou capixaba.

Amílcar Caffé
Áreas Linguísticas: Morfologia; Morfologia Construcional