Expressões latinas e diversos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Expressões latinas e diversos

Apesar de ter encontrado o Ciberdúvidas há uns dias apenas, já me possibilitaram resolver alguns problemas. Em seguida descrevo algumas dúvidas que entretanto não esclareci com a pesquisa.

No dicionário ‘on-line’ da Porto Editora encontro que "estrito" deriva de "strictu". No entanto encontrei nalguns trabalhos "sensu stricto". Não deveríamos usar "sensu strictu"? Na pesquisa à vossa página encontrei "stricto sensu". Não seria também "in vitru" em vez de "in vitro", já que "vidro" deriva de "vitru".

Na frase abaixo apresentada o hífen será necessário? O termo "subóptimo" estará correcto? Deveríamos usar a expressão "entre os 37 ºC e os 55 ºC" (segundo o que parecem ser as indicações do Sistema Internacional: http://physics.nist.gov/Pubs/SP811/sec07.html#7.7) ou está bem a forma simplificada (visto não haver dificuldades em compreender que o primeiro valor é também uma temperatura)?

"A Taq ADN-polimerase inicia a extensão, embora com rendimento subóptimo, a partir do momento em que os "primers" se ligam ao ADN "template", a temperaturas entre os 37 e 55 ºC."

A enzima neste caso diz-se polimerizadora ou polimerizante (ou qualquer uma)?

Se, por exemplo, iguanídeo diz respeito à família Iguanidae, poderemos falar de "gekkonídeos" e escincídeos" quando nos referimos aos elementos das famílias Gekkonidae e Scincidae, respectivamente?

Quando nos referimos à década de 70, por exemplo, agora que estamos num novo século, parece surgir a necessidade de assinalar que aqueles anos faziam parte de 1900. Ficaria então "os anos 1970", "a década de (19)70" ou "a década de 70" simplesmente será por enquanto suficiente?

Quando num parágrafo, com várias frases, juntamos ideias dos mesmos autores, devemos introduzir a referência bibliográfica no final de cada frase ("sobrecarregando" talvez o texto, especialmente se forem muitos autores) ou estará bem apenas uma referência na última frase?

Por último, li as vossas respostas acerca do símbolo de percentagem mas ainda não me dei por satisfeito. Os trabalhos científicos que consultei trazem todos o símbolo junto ao número (por ex. 11%), mas alguns também mostram outros erros como "68ºC", "10s" ou "3μl" (o que a meu ver seriam as formas correctas, enfim, não compreendo). Não sei se reflectirá bem as determinações do SI mas na página http://physics.nist.gov/Pubs/SP811/sec07.html#7.10.2, encontro que o símbolo % deveria ser colocado a um espaço de intervalo do número. Que acham (mais uma vez.)?

Embora estas não sejam dúvidas de grande complexidade e o seu esclarecimento não envolva grandes discussões ou controvérsias, seria importante vê-las resolvidas (como sei que o farão a seu tempo) por causa do relatório de estágio que estou a acabar.

Muito obrigado.

Filipe Sousa Licenciando em Biologia Portugal 2K

Agrada-me saber que Ciberdúvidas já lhe resolveu alguns problemas.

Respondo ponto por ponto à sua pergunta:

`Sticto sensu´: É esta a expressão latina consagrada, com o significado de `em sentido estrito´, que aparece em vários dicionários.

`In vitro´: É esta a expressão latina consagrada, com o significado de `na proveta, fora do organismo, etc.´, que aparece em vários dicionários.

Subótimo. Neologismo. Deve ser aglutinado (como subocular).

Entre 37 ºC e 55 ºC: Eu escreveria sem o artigo. Seria até dispensável indicar que se trata de temperatura, porque o símbolo da unidade é elucidativo.

Polimerizadora: Prefiro este termo porque já existe polimerizador.

ADN polimerase: Não tenho conhecimentos para emitir opinião que me satisfaça, mas repugna-me o hífen a ligar uma sigla com uma palavra.

Geconídeos e escincídeos: Na minha opinião, é assim que devem ser escritos (sem o capa e sem palavra a iniciar por sc).

Década de setenta: Eu diria: «década de setenta do século vinte», ou «anos setenta do século vinte».

Frases de autores: Eu agruparia as frases de cada autor num mesmo período (ou parágrafo se forem muitas ou extensas). Exemplo: Fulano disse: «... »; «... ». Sicrano disse: «... »; «... ». Etc. Começaria cada frase com letra maiúscula.

Símbolo de percentagem: Efectivamente, os símbolos das unidades devem ser separados dos algarismos por um espaço (ex.: 68 ºC, 10 s, etc.). No meu entender, porém, o símbolo de percentagem não representa uma unidade: representa a indicação, ligada ao número, de que se trata duma determinada enumeração. É o que, por exemplo, acontece com os ordinais (ex.: 23%; como 23.º, em que o ponto liga o algarismo ao índice). Mas não faço questão neste ponto. Se viu a separação normalizada, é legítimo que siga essa norma.

Ao seu dispor,

D´Silvas Filho