Ênclise do pronome átono e formas verbais proparoxítonas - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ênclise do pronome átono e formas verbais proparoxítonas

Tomei conhecimento um dia destes de norma de língua culta estabelecendo impossibilidade de ênclise em verbos proparoxítonos. Gostaria de saber se poderia me ajudar com a referência a essa norma. Fiz uma busca rápida, mas não consegui encontrá-la nos materiais que consultei. Saberia me dizer onde posso encontrar referência a ela?

Rafael Sousa Tradutor Ribeirão Preto, Brasil 5K

Não encontro referência à restrição que o consulente aponta, que diz respeito a formas verbais, e não a verbos tomados globalmente.

As formas proparoxítonas ocorrem na primeira pessoa do plural: «púnhamos o chapéu» > «púnhamo-lo»; «cantávamos a canção» > «cantávamo-la»; «fizéssemos um elogio» > «fizéssemo-lo» (p. ex.: «fizéssemos um elogio ou não, estava sempre calada» > «fizéssemo-lo ou não, estava sempre calada»). É, pois, possível ocorrerem pronomes átonos em ênclise a formas verbais proparoxítonas.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo