Cacofonia/eco/prolixidade - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Cacofonia/eco/prolixidade

Sou arquiteto no Brasil e estou fazendo um trabalho para a faculdade (de Hotelaria).

Preciso encontrar os diversos vícios de linguagem que possam ocorrer em uma redação. Por exemplo: cacofonia, eco, prolixidade...

Ficaria grato se pudessem me enviar vários outros ou indicar algum endereço para consulta na internet aqui no Brasil.

Luís Fernando S. Rosin Arquitecto Brasil 6K

Cacofonia (ou cacófato(n), termo menos usado) é, segundo os dicionários, «som desagradável ou palavra obscena resultante do encontro do final de uma palavra com o começo da seguinte», por exemplo, «a boca dela» ou «alma minha».

Eco é a consonância de sons que às vezes perturba a musicalidade do estilo.

Prolixidade é a exposição fastidiosa e inútil de palavras ou argumentos, a sua superabundância.

Outros desvios de linguagem são constituídos pelo calão, o solecismo (erro de sintaxe), o anacoluto, o barbarismo, a repetição (pleonasmo), o neologismo (galicismo, anglicismo, etc.). Só são admissíveis, por exemplo, os neologismos necessários, devido ao aparecimento de novas técnicas, etc., como avião, aterragem, computador, etc.

F. V. Peixoto da Fonseca