A etimologia da palavra crise - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A etimologia da palavra crise

Qual a etimologia da palavra crise?

Carla Farelo Engenheira Lisboa, Portugal 24K

O substantivo (nome) crise vem «lat[im] crĭsis, is, "momento de decisão, de mudança súbita, crise (us[ado] esp[ecialmente] ac[e]p[ção] med[icina])", do gr[ego] krísis,eōs, "ação ou faculdade de distinguir, decisão", p[or] ext[ensão], "momento decisivo, difícil", der[ivação] do v[erbo] gr[ego] krínō, "separar, decidir, julgar"; já no lat[im] ocorre a ac[e]p[ção] "momento decisivo na doença"; a pal[avra] ganha curso em econ[omia] a partir do sXIX; fr[ancês] crise (1429), ing[lês] crisis (1543), al[emão] Krise (sXVI), it[aliano] crisi (sXVI-XVII), esp[anhol] crisis (1705), port[uguês] crise (sXVIII)».

A palavra crise é, em história da medicina, «segundo antigas concepções, o 7.º, 14.º, 21.º ou 28.º dia que, na evolução de uma doença, constituía o momento decisivo, para a cura ou para a morte»; em medicina, trata-se de «o momento que define a evolução de uma doença para a cura ou para a morte» ou de «dor paroxística, com distúrbio funcional em um órgão». Em economia, é «fase de transição entre um surto de prosperidade e outro de depressão, ou vice-versa».

[Fonte: Dicionário Eletrônico Houaiss]

Carlos Marinheiro
Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Etimologia; Léxico