Margarida Maria Taddoni Peter - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Margarida Maria Taddoni Peter
Margarida Maria Taddoni Peter
256

Graduada em Letras Português-Francês pela Universidade de São Paulo, mestre em Linguística pela Université Nationale de Côte D'ivoire, doutora em Linguística pela Universidade de São Paulo e pós-doutora pelo Centre National de la Recherche Scientifique. Atualmente é professora do departamento de Linguística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, atuando na área de Linguística Africana; é investigadora do LEI – Laboratório de Estudos sobre a Intolerância da Universidade de São Paulo e sócio-fundadora do Museu da Tolerância de São Paulo. No Projeto Intolerância/Tolerância – Democracia e Cidadania do Programa Institutos do Milênio – CNPq desenvolve a pesquisa A intolerância linguística contra o negro e formas de resistência: a fala do negro nos jornais ilustrados do século XIX.

 
Textos publicados pelo autor
Intolerância linguística e resistência: <br>a questão do negro
A língua como veículo do preconceito

«Estudar as línguas africanas que resistem nos rituais afro-brasileiros e em algumas comunidades negras, bem como investigar a participação das línguas africanas na constituição do português falado no Brasil, é contribuir para o conhecimento de nossa história, para o auto-conhecimento da população negra». escreve  neste artigo a linguista Margarida Maria Taddoni Peter.

In Diversitas – Núcleo de Estudos de Diversiddes, Intolerâncias e Conflitos, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da (FFLC) da Universidade de São Paulo (USP).