Ivo Castro - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Ivo Castro
Ivo Castro
5K

Licenciado em Filologia Românica e doutorado em Linguística Portuguesa pela Universidade de Lisboa, tem publicações nas áreas de História do Português, do Português Moderno, da Onomástica Portuguesa, da Critica Textual, da Critica textual Moderna. Professor catetrático de Linguística jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, tendo já ocupado os cargos de direção do Centro de Linguística e da área das Ciências da Linguagem da mesma faculdade.

 
Textos publicados pelo autor
Portugal visto do céu
Demografia, dialetologia e história da língua

Conferência virtual do professor universitário Ivo Castro, intitulada «Portugal visto do céu — demografia, dialetologia e história da língua», no Abralin ao vivo. em 14 de maio de 2020. 

<i>A Estrada de Cintra, Estudos de Linguística Portuguesa</i>
Por Ivo Castro

Ivo Castro escreve sobre estudos de linguística portuguesa em Imprensa Nacional-Casa da Moeda, julho de 2017. Apresentando uma diversidade de artigos redigidos ao longo dos anos enquanto professor da Faculdade de Letras de Lisboa, o autor faz uma compilação dos mesmos, seguindo critérios de apresentação pouco rigorosos, como o próprio admite, procurando uma sequência lógica baseada mais na sensibilidade para a sua sucessão do que em métodos rigorosos [«A disposição sequencial dos artigos foi uma complicação que não sei se resolvi bem. (…) … os artigos aí vão numa espécie de cortejo informal»]. Perante a panóplia de artigos que poderiam constar desta obra, a escolha recaiu sobre aqueles que o autor considerou mais recentes e documentados. 

A variedade temática mostra-se interessante e abrangente, começando por se apresentarem sínteses sobre Portugal, artigo que teve como destinatários principais estrangeiros ligados ou com interesse pelo país. Seguem-se artigos sobre a atualidade recente da língua portuguesa. Escreve-se sobre ortografia, a CPLP, e as expectativas económicas e internacionais da língua portuguesa. Vêm, depois, artigos sobre a Galiza e a sua relação linguística e histórica com Portugal.

A dificuldade da norma linguística é um assunto tratado nos últimos artigos, uma situação que o autor considera que ainda não está resolvida.  A obra finaliza com artigos sobre antroponímia. ...

«Não têm vergonha cívica <br> de apoiar iniciativas diletantes?»

Declarações prestadas pelo linguista Ivo Castro ao mensário português “JL” de 8 de julho de 2014, no âmbito do dedicado neste número às Comemorações Oito Séculos de Língua Portuguesa (“Comemorar para dar visibilidade”), a pretexto da celebração dos 800 anos do Testamento de D. Afonso II, terceiro rei de Portugal. Transcrição, com a devida vénia,  do formato, em entrevista, pergunta/resposta, colhido no Facebook do professor universitário Fernando Venâncio.

Português, língua de ciência
Ou como as coisas não se passam só em inglês

«Há que ter em mente que não é só no mundo em que a língua inglesa é dominante que se passam as coisas; também há, entre os outros, um mundo emergente de países que comunicam em português e que não devem precisar de outra língua para as trocas de conhecimento que entre si efetuam» – observa  Ivo Castro, professor catedrático emérito da Faculdade de Letras da Universidade de Letras, na comunicação que apresentou ao colóquio A Internacionalização da Língua Portuguesa, realizado pela Associação Sindical dos Diplomatas Portugueses em 16 de junho de 2009 em Lisboa.

 

A pretensão de meter no mesmo discurso referências aos linguistas e à fixação da norma linguística pode parecer a alguns pura perda de tempo, a outros uma contradição de termos. Não é o linguista o especialista da langue, lar...