Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Pelourinho Artigo
Uma rajada de "(des)acórdos"
Uma rajada de "(des)acórdos"

Uma vez, duas vezes, três vezes seguidas, em menos de meio minuto. Uma verdadeira rajada num dos plurais mais vezes mais mal ditos por jornalistas, políticos e políticos-comentadores. É o caso do triplo tropeção do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, aqui no papel de comentador político na SIC Notícias. Que tal repetir três vezes seguidas a forma correta (/acôrdos/, /acôrdos/, /acôrdos/)? Pode ser que resulte... para sempre.

 

Cf. Certas palavras no plural são pronunciadas de forma errada. É o caso de acordos

 

Sobre o autor

Jornalista português, cofundador (com João Carreira Bom) e responsável editorial do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Autor do programa televisivo Cuidado com a Língua!, cuja primeira série se encontra recolhida em livro, em colaboração com a professora Maria Regina Rocha. Ver mais aqui.