Manifesto 2014 assinala 800 anos da língua portuguesa - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
Manifesto 2014 assinala 800 anos da língua portuguesa
Manifesto 2014 assinala 800 anos da língua portuguesa
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 1K

Assinalando os oito séculos do primeiro documento oficial em português – o testamento de D. Afonso II, datado de 27 de junho de 1214 –, o Movimento 2014, que tem como principal promotor o deputado José Ribeiro e Castro, lança um manifesto e uma lista de subscritores convidados em cerimónia de pré-apresentação que se realiza neste dia, na Feira do Livro de Lisboa. O texto está aberto à subscrição do público até 15 de junho e tem apresentação oficial no dia da efeméride, a 27 de junho, num evento organizado no Padrão dos Descobrimentos, na capital portuguesa. A iniciativa, que não ignora o debate à volta da identificação dos primeiros textos em português1, pretende tão-só, como se afirma no próprio manifesto, centrar-se simbolicamente «nesse dia e ao longo de um ano, para festejar com o mundo inteiro esta nossa língua: a terceira língua europeia global e a terceira também das Américas, uma língua em crescimento em todos os continentes, a quarta mais falada do mundo, a língua mais usada no hemisfério sul».

1Considera-se atualmente que as primeiras atestações do uso escrito do português são, além do Testamento de D. Afonso II, a Notícia de Fiadores, datada de 1175, o Pacto de Gomes Pais e Ramiro Pais, talvez à volta da mesma data, e a Notícia de Torto , provavelmente anterior a 1214 (cf. Ivo Castro, "Formação da Língua Portuguesa", in Gramática do Português, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2013, pp. 11).

 E a propósito da controversa questão das primeiras atestações da língua portuguesa, a rubrica Controvérsias divulga uma comunicação proferida em Bruxelas em 15 de maio de 2014 pelo escritor, crítico literário e professor universitário Fernando Venâncio. Desse texto, duas frases a reter, certamente desconcertantes para quem aceita a história do português mais tradicional: «o ano de 1400 serviria bem melhor como momento simbólico do surgimento do português»; «[...] se a língua de Afonso Henriques algum nome pudesse ter tido, era só este: galego». Em O Nosso Idioma, fica em linha um texto de Wilton Fonseca sobre a diferença entre aclarar e clarificar, a respeito da reação do governo de Portugal a um acórdão do Tribunal Constitucional que chumbou quatro medidas previstas no Orçamento de Estado de 2014.

Entretanto, porque o Ciberdúvidas tem sede em Lisboa e porque nesta cidade se celebra em 13 de junho o Dia de Santo António, o consultório faz feriado e junta-se também à festa. O regresso com novas perguntas e respostas fica já marcado para 16 de junho.

Outra efémeride deste dia é o nascimento de Fernando Pessoa (1888-1935). O poeta não deixou de evocar o santo popular (igualmente presente no seu nome completo, Fernando António Nogueira Pessoa), com um poema intitulado Santo António, cuja primeira estrofe aqui se transcreve (mantém-se a ortografia usada no Arquivo Pessoa):


                          Nasci exactamente no teu dia —
                          Treze de Junho, quente de alegria,
                          Citadino, bucólico e humano,
                          Onde até esses cravos de papel
                          Que têm uma bandeira em pé quebrado
                          Sabem rir...
                          Santo dia profano
                          Cuja luz sabe a mel
                                                 Sobre o chão de bom vinho derramado!

 Em Portugal, como vão os mais novos na disciplina de Português? Um pouco melhor, segundo um comunicado do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE): uma «melhoria considerável» no 4.º ano, de 48,7% para 62,2%, e uma «ligeira melhoria» no 6.º ano, de 52% para 57,9% (cf. jornal Público).

 

 O programa de rádio Língua de Todos de sexta-feira, 13 de junho (às 13h15* na RDP África, com repetição aos sábados, depois do noticiário das 9h00*) é preenchido pela rubrica Ciberdúvidas Responde, conduzida por Sandra Duarte Tavares. No Páginas de Português de domingo, 15 de junho (às 17h00*, na Antena 2), o tema é a língua portuguesa no contexto das relações Portugal-Brasil: são convidadas as professoras Isabel Rodrigues Figueira, da Universidade de Lisboa, e Sílvia Helena Benchimol Barros, da Universidade Federal do Pará.

* Hora de Portugal continental.

 Portuguese language foreign classesA Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos facultam acesso gratuito a materiais para apoio do ensino e da aprendizagem do Português (língua materna e não materna). Mais pormenores, incluindo informação sobre aulas individuais de Português como Língua Estrangeira  (Portuguese as a Foreign Language), consultar a rubrica Ensino.

  ajuda contributo CiberduvidasEste espaço de esclarecimento, informação e debate de todas as questões respeitantes à língua portuguesa e à sua diversidade  não dispensa o generoso apoio de quantos, por esse mundo fora, o consultam regularmente – e podem, nesa nedida, contribuir, decisivamente, para a manutenção deste verdadeiro serviço público,  gracioso e sem fins lucrativos.