Palavras suevas e visigóticas - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Palavras suevas e visigóticas

Venho perguntar-vos se me poderão dar o maior número possível de palavras portuguesas que provenham das línguas sueva e visigótica.

Tive conhecimento de algumas palavras, mas não sei quais delas são referentes à lingua sueva e quais à visigótica. São elas: agasalhar, bando, branco, elmo, guardar, Guerra, Fernando, Gonçalo, Henrique, Rodrigo, Guimarães.

Gostaria de saber outras palavras, sobretudo suevas.

Antecipadamente agradeço a vossa atenção.

António Batalha Economista Portugal 4K

Da língua sueva pouco ou nada se sabe. Além da contribuição visigótica, das línguas germânicas antigas as que maior quota ministraram foram o anglo-saxão (que nos deu os nomes dos quatro pontos cardeais) e o antigo alto-alemão.

Os Visigodos, nos três séculos do seu domínio, deixaram-nos numerosas palavras do onomástico, especialmente no Norte do País, em regra poéticas ou guerreiras, e ainda vocábulos comuns.

Todas as que aponta são, de facto, germânicas, visigóticas ou não, algumas recebidas por intermédio doutras línguas (branco, pelo provençal). São também de origem visigótica Álvaro, Conrado, Sigefredo, Gondomar, Adufe, Adães, Tagilde, Tresmonde, Trasmil, Ermesinde, Esposende, Alarico, Teodorico e muitas outras. O sufixo -engo (em realengo) é igualmente de origem germânica.

F. V. Peixoto da Fonseca