Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O regionalismo estar com fezes

Gostava de saber/ confirmar se a expressão «estar com fezes», com o sentido de «estar com preocupações», é característica da zona Centro (região à volta de Leiria). Em caso afirmativo, pedia que me indicassem a fonte de informação.

Obrigada.

Celeste Alves Professora Leiria, Portugal 547

     Na pesquisa efetuada acerca da expressão, confirmámos que é usada apenas em todo o Alentejo, no Algarve e nos Açores.

     O Dicionário Infopédia restringe-a a um regionalismo do Alentejo.

     Assim, encontramos:

1. «fezes = ralações, torturas, preocupações, cuidados (Alto e Baixo Alentejo)» in Dicionário de Falares do Alentejo, Vitor Fernando Barros, Lourivaldo Martins Guerreiro;

2. «fezes = irritação, ralações, arrelia. Exemplo: Isto dá-me umas fezes; ele está com as fezes = está arreliado, enervado; já me meteram em fezes = em ralações, complicações», in Dicionário do Falar Algarvio, Eduardo Brazão Gonçalves;  

3. «fezes = arrelias, impaciência, usada no Alentejo com sentido idêntico. Em S. Jorge diz o provérbio: 'Não há oiro sem fezes'», in Dicionário de Falares dos Açores, J. M. Soares de Barcelos.

      Para reiterar o que foi dito, pode ler-se aqui também sobre este assunto.

Maria Eugénia Alves
Campos Linguísticos: Atestação/Significado de palavras