Generala - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Generala

Vocábulos como soldado, cabo, sargento, alferes, tenente, capitão, major, coronel, brigadeiro e general são de «género» variável? Quais e porquê?

Nuno Pires Portugal 2K

Os substantivos que citou, criados numa altura em que só os homens tinham acesso ao serviço militar, são masculinos porque representam postos ocupados por homens.

Hoje e até que o «ouvido» se habitue, poderemos dizer que são substantivos comuns de dois géneros que se distinguem pelo género do artigo ou do outro determinativo acompanhante.

Exemplos: o soldado - a soldado; o sargento - a sargento.

Avançando ainda no tempo e recordando uma situação passada em Alenquer, os jornais não se cansaram de apelidar de "generala" a mulher envolvida no escândalo de uma mulher que durante anos a fio se fez passar por "sr. general". Não tardará muito que se vejam e oiçam na Língua Portuguesa outras formas mais evoluídas e adaptáveis à audição.

João Cabrita