Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Evacuar

Em algumas obras e no glossário ensina-se que se evacuam lugares mas não pessoas, com base no étimo (evacuar = esvaziar). No entanto, assim como do corpo se evacuam fezes e sangue, não se podem também evacuar pessoas de uma cidade ameaçada? É o que me parece ler no sentido 2 de "evacuar" no dicionário Aurélio - «sair de uma praça de guerra, por haver capitulado». Está assim correcta a expressão: «foram evacuados os doentes do hospital atingido pelas chamas»?

João P. Jorge Mira de Aire, Portugal 7K

Citamos o Dicionário Enciclopédico de Medicina de A. Céu Coutinho, 3.ª edição, 1980, diz o seguinte na entrada evacuação: «[lat. evacuatio

«Esvaziamento, como, por exemplo, o dos intestinos.». E, ainda hoje, o médico pergunta ao doente se já evacuou o intestino, e não se já evacuou as fezes.»

Ou seja: no exemplo referido, é inadequado o uso de verbo evacuar («esvaziar») referindo-se a  pessoas. Os lugares é  que são «esvaziados», logo, «evacuados». As pessoas, desses lugares ou situações que lhes cause algum perigo, são «deslocadas», «desalojadas» ou ´«transportadas para...».

José Neves Henriques/J.M.C.