Enxertar, de novo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Enxertar, de novo

Numa questão anterior, um consulente pergunta se "enxertar" pode significar abrir, começar, iniciar.

Na resposta indica-se que deve haver confusão, e que a palavra é "encetar", e acrescenta-se que "É vulgaríssimo ouvirmos dizer encetar o pão, o queijo, etc.".

Ora não sei se é só no Norte (sou de Braga), mas pelo menos aqui não é vulgar dizer encetar. Inclusive, soa estranho ouvir essa palavra. "Encetar uma conversação" é talvez vulgar, mas sempre "enxertar um queijo". É só no Norte que isto se passa?

E... a partir de quando é que o uso faz a regra?

Rui Dantas Estudante universitário Portugal 7K

O Ciberdúvidas fica muito grato ao prezado consulente pelo seguinte esclarecimento: em Braga, diz-se, por exemplo, enxertar um queijo em vez de encetar. É uma informação que abre o caminho para a indispensável explicação.

O verbo enxertar provém do latim «insertare», introduzir em, inserir, e significa em português fazer enxerto, inserir, introduzir.

Em conclusão: o verbo enxertar, significando abrir, começar, iniciar, principiar não tem nada que ver (e não a ver, à francesa, como desensinam jornais e tevês) – não tem nada que ver com enxertar, fazer enxerto, mas com encetar, tirar o primeiro pedaço duma coisa que está inteira; começar a gastar ou a cortar; começar, principiar, iniciar.

O verbo encetar provém do latim «inceptare», começar, tentar, empreender; e pela síncope do p e pela apócope do e final, temos o nosso encetar.

Mas o povo fez nascer no interior (paragoge) um r, e daí nasceu a forma encertar, pronunciada geralmente incertar. Exemplo: Vou encertar o queijo/o bolo/ o pão-de-ló para vocês comerem.

A forma encertar ouve-se muito na Beira, e não sei se também no Norte. E da forma encertar facilmente se teria passado ao também popular enxertar, tal como de inserir se formou enxerir.

Para o caso, interessa a pronúncia igual do c e do s em encetar e inserir, e não a diferença de grafia.

Não conheço enxertar = iniciar nem no centro nem no Sul do País.

Neste caso de enxertar, o uso não faz regra, porque estamos em presença dum regionalismo, que não fica nada mal na região ou regiões onde é vulgar.

José Neves Henriques