Como surgiu o Português - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Como surgiu o Português

O Português quando surgiu, como surgiu, onde surgiu, onde se fala, quantos o falam?

Quais os principais missionários em gramática?

Patrícia 11K

Francamente, não me diga que ignora as respostas ao que pergunta!

Terei de ser sucinto, porque isto daria um livro, que aliás já escrevi: «O Português entre as Línguas do Mundo» (Situação. História. Variedades), Coimbra, Liv. Almedina, 1985.

Surgiu, pois, em Portugal (que tem hoje praticamente a mesma superfície de quando se tornou independente, em meados do século XII), a partir do latim vulgar lusitânico. Este desenvolveu-se fundamentalmente em duas modalidades, uma ao norte, que se falava nas duas margens do Minho (portanto também no território que hoje constitui a Galiza), e outra ao sul, designada por romanço moçarábico, com algumas diferenças sobretudo fonéticas devidas à influência do árabe. Da interpenetração deste com a primeira (a fala galaico-portuguesa) veio a sair a nossa língua, que é hoje falada em Portugal, Brasil e nas outras antigas colónias portuguesas, muito em breve por uns duzentos milhões de pessoas.

Com «missionários em gramática» não entendo bem o que diz, mas indico-lhe as duas primeiras gramáticas de português, a de Fernão de Oliveira (1536) e a de João de Barros (1540). Das actuais indico-lhe as de Francisco Torrinha e a espanhola de Pilar Vázquez Cuesta (há tradução portuguesa), além da mais moderna de Celso Cunha e Lindley Cintra (luso-brasileira, por conseguinte).

F. V. Peixoto da Fonseca