Amor, ambição, orgulho, vaidade, egoísmo, soberba - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Amor, ambição, orgulho, vaidade, egoísmo, soberba

Gostaria de saber a definição que o Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa dá das seguintes palavras: «amor», «ambição», «orgulho», «vaidade», «egoísmo», «soberba».
Muito obrigado e as minhas sinceras desculpas pelo meu português.

Pedro Mayado Advogado Madrid, Espanha 4K

Passo a apresentar as definições dadas pelo Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (omito sinónimos, atestações e frases feitas):

amor – «1. predisposição da afectividade e da vontade, orientada para o objecto que a inspira, e é reconhecido como bem. 2. Afeição profunda de uma pessoa por outra, de carácter passional e que, geralmente, implica atracção sexual […] 3. Sentimento intenso de afeição por alguém com quem se tem alguma afinidade ou empatia, podendo haver ou não laços de sangue […] 4. Sentimento de profunda ligação a uma entidade transcendente, religiosa, moral ou filosófica, que implica renúncia e doação de si […] 5. Rel[igião] Afeição profunda de Deus para com a sua criatura. 6. Gosto intenso por alguma coisa, por uma actividade; apego a alguma coisa que proporciona prazer […] 7. Afecto, carinho, ternura, dedicação […] 8. Pessoa objecto de afeição; pessoa amada […] 9. (com maiúsc.). Literat[ura] Entidade mitológica que, no período clássico e posteriormente, personifica o amor; Cupido. 10. pl[ural] Relações amorosas; namoro, aventura amorosa […] 11. pl[ural] Literat[ura] Entidades mitológicas infantis subordinadas a Vénus e a Cupido […]»;

ambição – «1. Desejo imoderado ou veemente, especialmente de riqueza, poder, glória, honra…[…] 2. Desejo intenso de concretização de alguma coisa […]»;

orgulho – «1. Opinião muito vantajosa, conceito muito elevado que se tem de si próprio […] 2. sentimento de dignidade pessoal, que é contrário à prática de acções vergonhosas, humilhantes […] 3. Satisfação o amor-próprio proporcionada por alguma coisa […]
4. O que causa essa satisfação; o que é motivo de orgulho […]»;

vaidade – «1. Qualidade do que é insignificante, do que não tem consistência ou valor; qualidade do que é oco, vão. […] 2. Qualidade de quem manifesta um desejo excessivo de ser admirado, de quem é vaidoso. […] 3. Qualidade ou sentimento de alguém que tem uma opinião muito favorável de si próprio, de alguém excessivamente satisfeito consigo, com a sua aparência, a sua inteligência…, e que ostenta essa opinião, essa satisfação; qualidade de vaidoso. […] 4. Aquilo que revela essa qualidade, que é manifestação desse sentimento. […] 5. O que constitui motivo desse sentimento; aquilo de que uma pessoa se orgulha. […]»;

egoísmo – «Amor excessivo a si mesmo, subordinando os interesses alheios ao seu próprio interesse; qualidade de egoísta […]»;

soberba – «1. Atitude altiva; comportamento que denota orgulho excessivo. 2. Qualidade de altivo, arrogante, presunçoso […] 3.Pop[ular] Preocupação em acumular riqueza; ambição exacerbada».

Carlos Rocha