Ainda a palavra porta-fólio - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ainda a palavra porta-fólio

Peço desculpa, mas volto a insistir com a mesma questão que enviei, mas que não foi respondida, penso que pelo facto de já ter sido objecto de uma resposta.

Todavia, continuo com dúvidas em relação à mesma.

No dicionário da Porto Editora (na Internet) encontram-se registadas as formas: portefólio, porta-fólio e portfólio do inglês portfolio.

Aqui, a vossa resposta é porta-fólio. Gostava de saber se só esta é que está correcta, ou se as outras três se podem também utilizar, mas contudo dar mais preferência a porta-fólio.

Quanto ao termo vernáculo de site: o mais correcto será sítio, portal ou sítio na net?

Mais uma vez obrigada pela vossa atenção.

Sílvia Silva Professora Lisboa, Portugal 7K

Efectivamente, o dicionário da Porto Editora em linha (www.infopedia.pt) regista portfólio, portefólio e porta-fólio. Trata-se de um termo com grafia instável em português, admitindo-se essas três variações gráficas do aportuguesamento da palavra inglesa portfolio, podendo ainda os falantes optar por usar o estrangeirismo grafado em itálico ou entre aspas.

Assim, e ainda que existam quatro opções, recomendo porta-fólio (em consonância com outros consultores do Ciberdúvidas) pelos seguintes motivos:

— não faz sentido empregar o estrangeirismo portfolio, quando já estão atestados vários aportuguesamentos da palavra;

— a versão portfólio é forçada, dado que a sequência de consoantes rtf é estranha à nossa língua;

— o aportuguesamento portefólio é admissível, mas o primeiro elemento do composto "porte", sendo uma forma verbal, não deve terminar em -e, mas antes em -a, pelo motivo que abaixo se explica;

— a forma porta-fólio está de acordo com muitos outros compostos do mesmo tipo (com estrutura de reanálise*), em que a forma verbal se refere a uma acção desempenhada pelo nome, que está directamente relacionada com o significado do termo: saca-rolhas, guarda-redes, porta-voz, tira-teimas... Para além disso, o aportuguesamento porta-fólio é o mais antigo em português, registado no Vocabulário de Rebelo Gonçalves de 1966.

 

* Os compostos morfossintácticos com estrutura de reanálise «são constituídos por uma forma verbal na terceira pessoa do singular do presente do indicativo seguida de um nome e raramente de um adjectivo», segundo M. O. AZEREDO et al., Da Comunicação à Expressão: Gramática Prática de Português, Lisboa: Lisboa Editora, 2006.

Sara Leite