Ainda a noção de predicado - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ainda a noção de predicado

Tenho um filho no 5.º ano e num teste de Português o exercício era: «Faz a análise sintáctica da frase “A Tia Júlia fez uma festa ao Manuel”.» O aluno respondeu que o predicado era «fez», conforme explicado no livro Passa Palavra da Porto Editora. A professora considerou incompleta a resposta, pois, correctamente, seria «fez uma festa». Gostaria de saber qual a resposta realmente correcta.
Obrigado.

João Casanova Cascais, Portugal 2K

Tudo depende do que a professora tenha explicado aos alunos. Contudo, julgo que, em princípio, a definição de predicado terá sido a da nova Terminologia Linguística para o Ensino Básico e Secundário (TLEBS), que começou a ser aplicada em Portugal. Se assim foi, terá sido dito que predicado é o constituinte frásico constituído por um verbo, os seus complementos e os seus modificadores. À luz desta noção, o predicado da frase em causa é «fez uma festa ao Manuel», já que o verbo é transitivo [constrói-se com complemento directo – «uma festa»] e indirecto [selecciona uma complemento indirecto» – «ao Manuel»].
Na antiga terminologia (Nomenclatura Gramatical Brasileira, 1967) é que se considera que o predicado correspondia apenas a uma forma verbal ou a uma expressão constituída por um auxiliar e um verbo principal; no caso dos verbos de ligação ou copulativos (ser, estar, andar, parecer, continuar) é que o predicado, além de abranger o verbo, também incluía o predicativo do sujeito («O Manuel está feliz»).

Carlos Rocha