Abordagem - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Abordagem

Uma dúvida que, para mim, se tem mostrado recorrente: deve escrever-se "para uma abordagem das diferentes..." ou "para uma abordagem às diferentes..."?
Tentando especificar: "uma abordagem das diferentes ramificações do problema.." ou "uma abordagem às diferentes ramificações do problema...".

Obrigado.

M. S. Leal estudante Porto, Portugal 2K

O vocábulo abordagem, no sentido de "acto de discorrer sobre determinado tema", é cópia do francês "abordage". Por isso não devemos empregá-lo. Os franceses também não nos honram empregando palavras da nossa língua. Cópia do francês é também abordar na mesma situação. Em vez de abordar, temos tocar num assunto, tratar, encetar uma questão; ocupar-se de, estudar isto ou aquilo, abeirar-se, etc. Tantas maneira de dizer em português que se perderão para sempre, se nos firmarmos nestes dois galicismos! Mas vamos lá à abordagem:

Se abordagem se empregar na situação de "levar a efeito" [a abordagem], diremos abordagem a. Se, porém, pretendermos determinar essa abordagem, diremos abordagem de.

Não posso aconselhar nenhuma destas sintaxes, porque não fui elucidado suficientemente sobre o sentido e/ou a situação.

Fico muito aborrecido comigo próprio, mas que hei-de fazer? As línguas são assim... Se me perguntarem, por exemplo, o que significa o verbo "dar", não posso responder, porque se emprega, pelo menos, em 99 acepções. Em "dar cem escudos", significa uma coisa, mas em "dar fé", significa outra, e assim por diante até perfazer 99, pelo menos.

Há coisas em que é necessário que o consulente mostre a situação.

José Neves Henriques