Vitor Paiva - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Vitor Paiva
Vitor Paiva
42

Escritor, poeta, músico, comentarista de TV, cronista e produtor cultural brasileiro. Autor, entre outros livros, de Tudo que não é cavalo (Ed. Cavídeo), Boca Aberta (Confraria do Vento), tendo participado ainda nas coletâneas Cepensamento (Azougue Editorial) e Achados (Nova Fronteira).

 
Textos publicados pelo autor
Imagem de destaque do artigo
Ecos da história na língua em uso

«A dar com pau», «bucho cheio»,«disputar a nega», «nas coxas»«meia tigela» ou «para inglês ver» fazem parte, há muito, da linguagem popular de qualquer falante do português. Poucos saberão, no entanto, que elas chegaram até nós de um ignominioso e bem longo período da história do Brasil: a escravidão. 

[texto transcrito do portal brasileiro Vermelho, com a data de 4 de julho de 2019.]