Sophia de Mello Breyner Andresen - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Sophia de Mello Breyner Andresen
Sophia de Mello Breyner Andresen
3K

Sophia de Mello Breyner Andresen (Porto, 1919 - Lisboa, 2004) foi uma das mais importantes poetisas portuguesas. Autora de livros de poesia, escreve também contos, histórias para crianças, artigos, ensaios e teatro. Foi também tradutora. Publicou, entre muitos outros títulos, Livro Sexto (1962), Contos Exemplares (1962), A Fada Oriana (1958), O Cavaleiro da Dinamarca (1964)  e O Nome das Coisas (1977). Recebeu o Prémio Camões, o Prémio Poesia Max Jacob e o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana. A sua obra está traduzida em várias línguas.

CfSophia, na Primeira Pessoa + O centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen.

 

 
Textos publicados pela autora


Heraclito de Epheso diz:

«O pior de todos os males seria
A morte da palavra»

Diz o provérbio do Malinké:

«Um homem pode enganar-se em sua parte de alimento
Mas não pode
Enganar-se na sua parte de palavra»

 

Um poema que retrata a importancia das palavras quando expomos os nossos sentimentos. 

Um excerto que revela a importância da língua na arte de fazer poesia. 

Um poema onde Sophia reflete sobre o que a atrai no português do Brasil.