Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Regina Maria Antunes Meyerfeld
Regina Maria Antunes Meyerfeld
82

Professora brasileira, licenciada em Letras: Português e literaturas da língua portuguesa pela Universidade Federal Fluminense – estado do Rio de Janeiro, Brasil.

Tese de Mestrado: estudo do romance São Bernardo  de Gracilianao Ramos. Universidade de Toulouse – França. 

Tese de Doutoramento: estudo do discurso publicitário na imprensa brasileira, em 1986.

(Transição entre a Ditadura Militar e a Nova República)

Universidade de Toulouse – França. 

Qualificada pelo CNU (Conseil National Universitaire) – França, como candidata a um cargo de Maître de Conférence.

Maître de Langues Etrangères – Université Sorbonne - Paris IV.  

Professora de Língua portuguesa – Sciences PO – Paris.

 
Textos publicados pela autora

Sim, a questão é intrigante.

Considerando as diversas possibilidades de significação do vocábulo «tutu»:

A partir do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa e do Dicionário Priberam, tentaremos propor algumas possibilidades de compreensão e de leitura  para o possível  significado que o narrador do romance Capitães da Areia possa ter querido dar, ou sugerir, à palavra «tútú».

 “ – Tú não pode passar um dia sem bater coxas com esta bruaca, não é? Tú vae acabar tútú.” (CA, 1937, p.92). 

A fala transcrita acima é um exemplo da oralidade da língua, da linguagem coloquial e familiar, distanciada portanto das normas gramaticais da concordância verbal, da ortografia e da acentuação gráfica vigentes.

As expressões «bater coxas» (fazer sexo), assim como «bruaca» (velha prostituta), já nos remetem, claramente, ao campo semântico do sexo, da sexualidade.

 Assim, propomos três leituras para a palavra tútú na citada frase-resposta:   

« – Tú vae acabar tútú.» 

1. « – Tú vae acabar sendo seu «cachorro, cão» .

Aqui consideramos a possibilidade de o narrador ter-se remetido ao uso coloquial (através do humor e da ironia) da palavra «toutou» cuja significação, em...