Pedro Múrias - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Pedro Múrias
Pedro Múrias
1K

Pedro Múrias (Benavente, 1970) é um Jurista português mestre em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. À sua atividade de jurista e advogado juntou a de Professor Universitário na faculdade onde se formou. Dentro da sua área de formação publicou alguns artigos de referência, nomeadamente, A responsabilidade por actos de auxiliares e o entendimento dualista da responsabilidade civil, 1996, Bute falar de predicadores rígidos!, 2004, Uma separação antipositivista entre a moral e o direito, 2007, entre outros.

 
Textos publicados pelo autor

«Ensino a distância», ou «ensino à distância»? O consulente Pedro Múrias (jurista, Lisboa) mostra defende que «ensino à distância» encontra apoio em certas expressões fixas.

Em várias respostas e sem discordância recente, o Ciberdúvidas tem defendido que se deve dizer e escrever «a distância» em vários casos em que o uso consagra «à distância». Venho tentar persuadir os consultores do Ciberdúvidas de que não é essa a melhor opção e de que se justifica inverter a orientação seguida.

Em mais de uma resposta, alguns membros do Ciberdúvidas defenderam que se deve dizer «o Opus Dei», ou seja, que se deve considerar masculino o nome desta instituição. Ora, e com a devida vénia, esse juízo é manifestamente incorrecto, pelo que peço ao Ciberdúvidas que volte a pronunciar-se sobre o assunto.