Jorge Couto - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Jorge Couto
Jorge Couto
5K

Natural de Ponta Delgada, Açores, Jorge Couto é professor de História do Brasil na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi presidente do Instituto Camões. Publicou livros, escreveu artigos e proferiu conferências em universidades e instituições culturais portuguesas, brasileiras, italianas, norte-americanas, espanholas e chilenas. A sua obra de referência é A Construção do Brasil, onde defende a tese polémica do achamento do que viria a ser o Brasil em data anterior a 1500.

 

 
Textos publicados pelo autor
Imagem de destaque do artigo

Comunicação apresentada em 15 de março de 2000 pelo autor no seminário integrante do "Projeto Câmara nos 500 Anos", promovido pela Câmara dos Deputados brasileiros, em conjunto com a Academia Brasileira de Letras, a Associação Brasileira de Imprensa, Universidade de Brasília e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em comemoração ao quinto centenário da chegada da Língua Portuguesa ao Brasil.

 

 

Dez propostas para a valorização do Português no Mundo

É actualmente incontroverso que a Língua Portuguesa é falada por um número superior a 200 milhões de indivíduos. O Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou, em Junho de 2003, que apenas utilizava o Português nos fóruns internacionais, porque se tratava, pura e simplesmente, da «língua de 175 milhões de brasileiros». Por seu turno, a investigadora Perpétua Gonçalves, da Universidade Eduardo Mondlane (Maputo), revelou re...

Comunicação apresentada em 3 de março de 2003 pelo  autor no seminário integrante do "Projeto Câmara nos 500 Anos", promovido pela Câmara dos Deputados brasileiros, em conjunto com a Academia Brasileira de Letras, a Associação Brasileira de Imprensa, Universidade de Brasília e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em comemoração ao quinto centenário da chegada da Língua Portuguesa ao Brasil.