Aurélien Mondon - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Aurélien Mondon
Aurélien Mondon
147

Professor de Ciências Políticas na Universidade de Bath (Reino Unido). Desenvolve investigação centrada no impacto do racismo e do populismo nas democracias liberarais e na normalização das políticas de extrema direita através do discurso das elites. O seu primeiro livro foi The Mainstreaming of the Extreme Right in France and Australia: A Populist Hegemony? (literalmente, A Popularização da Extrema Direita na França e na Austrália: Uma Hegemonia Populista?), publicado em 2013. Mais recentemente, foi coorganizador de After Charlie Hebdo: Terror, racism and free speech (2017; em português, Depois do Charlie Hebdo: Terror, Racismos e Liberdade de Expressão) e coautor de Reactionary democracy: How racism and the populist far right became mainstream (2020; Democracia Reacionária: Como o Racismo e a Extrema Direita Populista se Popularizaram).

 

 
Textos publicados pelo autor
A palavra <i>populismo</i> é uma prenda para a extrema-direita
Razões para deixarmos de a usar

«Mas o populismo tornou-se, no entanto, uma palavra da moda. Inúmeros académicos surfaram esta onda em busca de financiamento e de citações, muitas vezes sem trabalhar devidamente a literatura sobre o tema.»

Artigo que trata da problemática da utilização do termo populismo para descrever políticas e movimentos de extrema-direita. Texto da autoria dos investigadores universitários  Aurelien Mondon e Alex Yates (Universidade de Bath, Reino Unido), publicado originalmente no The Conversation, traduzido e trancrito pelo Esquerda.net no dia 11 de março de 2024, e aqui transcrito com a devida vénia.