Henriqueta Costa Campos (1929-2004) homenageada em Lisboa - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Henriqueta Costa Campos (1929-2004) homenageada em Lisboa
Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa acolhe encontro evocativo da linguista portuguesa
287

A linguista portuguesa Maria Henriqueta da Costa Campos (1929-2004), que completaria 90 anos em 2019, é a figura homenageada pela 19.ª Work(shop) Gramática & Texto, que o Grupo Gramática e Texto do Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa (CLUNL) realiza em 11/07/2019, nas instalações da FCSH-UNL (consultar programa e horário aqui).

Maria Henriqueta da Costa Campos, professora na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, (FCSH-UNL) distinguiu-se no meio académico português pela novidade que constituiu o seu trabalho, numa abordagem enunciativa da linguagem, enquadrada pela teoria das operações enunciativas do linguista francês Antoine Culioli (1924-2018). Nesta perspetiva, cuja análise não dissociava a sintaxe da semântica (e da pragmática), abriu e explorou caminhos para uma investigação aliciante e frutuosa da riqueza de dados facultados por qualquer uso da língua, da coloquialidade à expressão literária, com vista à sua modelização teórica (sobre a sua vida e obra, ler também aqui). Saliente-se que a obra de Costa Campos dedica atenção especial às formas que assumem as categorias da modalidade e do aspeto na língua portuguesa; e, entre os vários estudos de que é autora, são de mencionar Abordagem enunciativa de um subsistema do sistema modal do português. Verbos dever e poder, tese de doutoramento, FCSH-UNL, 1989 (publicada em 1998 pela Fundação Calouste Gulbenkian), Sintaxe e Semântica do Português, Universidade Aberta, Lisboa,1991, (responsável pelas Unidades 1, 2, 8, 9, 11 e 12; livro em colaboração com Maria Francisca Xavier); "Complementaridade nocional e construção da significação – A propósito de Pensar, de Vergílio Ferreira" in Atas do Colóquio Interdisciplinar Vergílio Ferreira, cinquenta anos de vida literária (Porto, janeiro 1993), Porto, Fundação Eng. António de Almeida, 1995, 155-164; "De Saussure às teorias enunciativas: rutura ou continuidade?", Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 9, 1996, 49-59; Tempo, Aspeto e Modalidade. Estudos de linguística portuguesa, Porto, Porto Editora, 1997;  "A negação polémica num corpus de diálogo" in A.C.M.Lopes & C.Martins (eds.) Atas do XIV Encontro Nacional da APL (Aveiro 1998), Braga, APL, vol.I, 241-249, 1999 (em colaboração com Clara Nunes Correia); "São as representações cognitivas primitivas ou construídas?", Revista Portuguesa de Humanidades, vol.3, 11-23, 1999; "Sur les formes composées du prétérit en Portugais" in A.Englebert, M.Pierrard, L.Rosier & D.V.Raemdonck (eds.), Actes du XXIIe Congrès International de Linguistique et Philologie Romanes (Bruxelles 1998), Tübingen, Max Niemeyer Verlag, 2000, 57-63; "Enunciação mediatizada e operações cognitivas" in A.S.Silva (org.) Linguagem e Cognição. A perspetiva da Linguística Cognitiva, Faculdade de Filosofia de Braga, Braga, APL/UCP, 2001, 325-340; 2002, "Instabilités linguistiques dans le portugais européen actuel" in M.H.Araújo Carreira (dir.) L'instabilité dans les langues romanes, Universidade Paris VIII, 205-215; "Questões aspetuais: algumas especificidades do português" in S.Grosse & A.Schönberger (eds.) Ex oriente lux. Homenagem a Eberhard Gärtner, Frankfurt am Main, Valentia, 2002, 73-88 (para uma bibliografia mais completa, ver aqui).

No ano em que comemoraria 90 anos, o CLUNL evoca a sua memória e retoma o seu legado descritivo e teórico para organizar uma oficina intitulada "Sei um ninho", sobre o tema da relação da linguística com o texto literário como objeto de estudo. No encontro, participa também Ana Sousa Martins, coordenadora da Ciberescola da Língua Portuguesa, com a comunicação "O texto literário como objeto de estudo (legítimo) em linguística" (sobre esta e as demais comunicações, ler aqui).

 

* Trata-se do primeiro verso do poema Segredo, do poeta português Miguel Torga (1907-1995).