Em Alvito, e não "no" Alvito - Pelourinho - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Pelourinho Artigo
Em Alvito, e não "no" Alvito
Em Alvito, e não "no" Alvito

O nome da vila alentejana onde os «nascimentos subiram 81%» não é precedida de artigo1. Bastava, a quem assina a reportagem no semanário "Expresso" de 17/05/2014, essa curiosidade... jornalística suplementar: como é o uso local? "No" Alvito ou "em" Alvito? E o município  da terra denomina-se Câmara "do" Alvito, ou Câmara "de" Alvito? E é Pousada "do" Alvito, ou "de" Alvito? Ganhava-se em rigor – é em Alvito, e não "no" Alvito; é Câmara Municipal de Alvito, e não "do" Alvito; é Pousada de Alvito, e não "do" Alvito – e, por tabela, sobraria sempre espaço para se saber um pouco mais sobre o emprego, ou não, do artigo definido antes dos topónimos.

Em Portugal, existem outros topónimos com a forma Alvito (cf. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, 1936-1960). Atesta-se, como no caso alentejano, o uso sem artigo em S. Martinho de Alvito e S. Pedro de Alvito (Barcelos); mas regista-se igualmente a presença do artigo definido: Quinta do Alvito (Boidobra, Covilhã); e «o Alvito», denominação de um bairro de Lisboa (cf.  Parque Recreativo do Alvito). Sobre a etimologia de Alvito, ler A raiz das palavras Imbelos, Certagem e Alvito.

Sobre o autor

Jornalista português, cofundador (com João Carreira Bom) e responsável editorial do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Autor do programa televisivo Cuidado com a Língua!, cuja primeira série se encontra recolhida em livro, em colaboração com a professora Maria Regina Rocha. Ver mais aqui.