Lusofonias - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Português na 1.ª pessoa Lusofonias Timor-leste
Textos que versam sobre política de língua.
Que futuro para a língua portuguesa em Timor-Leste?
130 educadores e professores portugueses para 11 mil alunos

Com uma grande diversidade linguística (23 línguas maternas, variantes do Tétumlíngua inglesalíngua indonésia), a abordagem da aprendizagem escolar constitui um dos principais problemas educativos de Timor-Leste. E onde Português, a despeito de ser uma das duas línguas oficiais do país, é usada apenas por uma minoria da população.

 Artigo de opinião da autoria do professor universitário português José Augusto Pacheco, transcrito a seguir, com a devida vénia, do jornal Público do dia 4 de abril de 2023.

Timor e a língua portuguesa

«Vem da língua portuguesa uma parte enorme do vocabulário do tétum praça, língua franca de Timor, língua nacional e língua co-oficial. Até muitos dos palavrões que os timorenses usam quando se zangam são portugueses! Esta cultura mestiça euro-asiática moderna marca a diferença e a maneira específica de os timorenses se afirmarem no contexto regional. Está aí a raiz da nacionalidade leste-timorense», escreve o autor neste artigo ainda atual, apesar de publicado há dez anos, na edição de 23/09/2005 do jornal bilingue timorense Lia Foun, uma publicação já desaparecida (ler apontamento do blogue Mosun). T´tulo e subtítulos da responsabilidade do Ciberdúvidas.

Timor-Leste, tétum, português, <br> língua indonésia ou inglês?

«Os artigos 13.º e 159.º da nossa Constituição determinam que o tétum e o português são as nossas línguas oficiais e a língua indonésia e inglês são línguas de trabalho. Será possível atitude mais aberta e pragmática do que esta?», defende o ex-Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, neste artigo publicado no jornal português Público de 22/04/2012, em que contesta a perspetiva anglófila de um professor da Universidade Nacional de SingapuraVictor R. Savage.

Texto escrito conforme a norma ortográfica de 1945.