A quem pertence o português? - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
A quem pertence o português?
A quem pertence o português?
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 940

Pergunta-se frequentemente: a quem pertence o português? A entrevista do linguista moçambicano Gregório Firmino à revista brasileira Língua Portuguesa sugere uma resposta polémica: «Os portugueses querem cobrar o uso do português, como se fosse um favor que nos fizeram. Não, eles nos deveriam muito mais! Mas a língua portuguesa deve a quem? Eles devem ao italiano? Daqui a mil anos, vamos chamar de português aquilo que se fala no Brasil? Aquilo que se fala em Moçambique? Não sei. Mas a língua é nossa. E não só é nossa, mas é tão nossa quanto os outros dizem que é deles. Não devemos favor a ninguém, não venham nos dar lições, fazemos o que queremos. E amanhã, se nós dissermos "já não queremos" – como Estado – e adotarmos, como política linguística, alguma outra opção estratégica, qual o problema?»

Assinale-se a assinatura em 14/01/14 de um memorando de entendimento entre o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e a Universidade Nacional de Timor Lorosa´e (UNTL) para a criação do Instituto da Língua Portuguesa (ILP) na República Democrática de Timor-Leste (RDTL). O arranque deste projeto coincide com a presidência de Timor-Leste na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), no primeiro semestre de 2014. Recorde-se que é também na capital timorense, Díli, que está prevista a X Cimeira desta organização.

 No consultório, as novas respostas abrangem tópicos que vão da boa formação de palavras às variantes ortográficas, passando pelos contrastes entre o português de Portugal e o português do Brasil. Entretanto, já que alguns canais de televisão de Portugal parecem andar a descurar o uso do advérbio pouco, por exemplo, pondo-o inexplicavelmente a concordar com um adjetivo («liga "pouca" portuguesa»), lembramos que os advérbios são palavras invariáveis, isto é, não variam nem em número nem em género («liga pouco portuguesa»).

O programa Língua de Todos de sexta-feira, 24 de janeiro (às 13h15* na RDP África; com repetição ao sábado, depois do noticiário das 9h00*), convida Sandra Duarte Tavares para esclarecer dúvidas várias sobre o uso do português. O Páginas de Português de domingo, 26 de janeiro (às 17h00 na Antena 2), convida os professores universitários Rui Vieira Nery (Universidade de Évora) e António M. Feijó (Universidade de Lisboa) para falarem sobre o colóquio Criar em Português: O que pode uma língua?, que se realiza nos dias 27 e 28 de janeiro de 2014 na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa; este programa inclui ainda a rubrica Palavrar, de Ana Sousa Martins.

* Hora oficial de Portugal continental.

 A Ciberescola da Língua Portuguesa e a plataforma associada Cibercursos mantêm abertos os seus cursos individuais para falantes estrangeiros (Portuguese as a Foreign Language). Informações no Facebook e na rubrica Ensino.

Reitera-se o apelo SOS Ciberdúvidas, para enfrentar os custos de manutenção do serviço aqui disponível graciosamente e sem fins lucrativos, em torno da  língua portuguesa em toda a sua diversidade. O nosso obrigado pelo apoio  que os nossos consulentes entenderem prestar.