Língua lembrada como a latina - Antologia - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Outros Antologia Artigo
Língua lembrada como a latina
Língua lembrada como a latina

Sustentava contra êle1 Vénus bela, 

Afeiçoada à gente lusitana

Por quantas qualidades via nela

Da antiga tão amada sua romana :

Nos fortes corações, na grande estrêla

Que mostraram na terra tingitana,

E na língua, na qual, quando imagina,

Com pouca corrupção crê que é latina.

 

1 Sustentava parecer contra Baco, no concílio dos deuses.

Fonte

in estrofe 33 do Canto I de Os Lusíadas, conforme transcrição da antologia Paladinos da Linguagem, organizada por Agostinho de Campos. Manteve-se a grafia original, sendo o título da responsabilidade do Ciberdúvidas.

Sobre o autor

Luís de Camões (Lisboa [?], 1524 – Lisboa, 1580) foi um poeta do séc. XVI considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa. A sua maior obra foi Os Lusíadas, epopeia que narra e glorifica os feitos heroicos portugueses. Pela grandeza da conceção, realismo das descrições e lirismo de vários episódios, conhecimento técnico, literário, histórico e geográfico, Os Lusíadas é uma das obras mais importantes do Renascimento.