Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A propósito de "soas" (isto é, pessoas)

Achei muito interessante o artigo de Edno Pimentel, sobre o uso de "soas" para designar pessoas na fala angolana. As línguas mudam e evoluem, ou estaríamos ainda a falar latim... ou quem sabe o quê antes disso.

No entanto, e sem implicar crítica para o artigo de Edno Pimentel, pelo contrário, não posso deixar de recordar que em criança, e disso já vão muitas décadas, era costume chamar às professoras, "sora fessora", ou formas semelhantes na linguagem infantil, que nos corrigem a pouco e pouco, impondo normas e ensinando-nos que o que se diz e o que se escreve devem coincidir, mesmo que (quase) ninguém o faça... No Brasil, Senhor há muito que foi substituido por "Seu", e a vida continua.

Muito obrigada por continuarem a publicar artigos interessantes como o de Edno Pimentel, resolver as nossas dúvidas pequenas e grandes, e por criar um espaço onde se possam arejar livremente.

Com os meus melhores cumprimentos,

Isabel de Sena Professora universitária Bronxville, Nova Iorque, Estados Unidos 11K

Agradecemos à professora Isabel de Sena a achega que entendeu partilhar com todos nós.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa