Vermelho / encarnado - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Vermelho / encarnado
Existe realmente diferença ou trata-se simplesmente de um problema de "classe social" (vermelho = comunistas = esquerda)?
João Rosa Lisboa, Portugal 15K

Segundo os dicionários, encarnado é vermelho escarlate e vermelho é a cor do sangue, da papoula e do rubi. O Dicionário Etimológico de José Pedro Machado indica que encarnado é algo que tem que ver com a carne, e vermelho é derivado de vermículo, vermezinho, e passou a denominar a cor por causa da cochonilha, insecto vulgarmente chamado piolho-dos-vegetais, de que se extrai uma tinta escarlate, o carmim.

Só que, de acordo com circunstâncias históricas, as palavras podem ganhar novos significados. A partir da Comuna de Paris, em 1871, o vermelho passou a ser conhecido como a cor da esquerda revolucionária. Os anarquistas, após a cisão da I Internacional, associaram o vermelho ao negro como seu símbolo.

Em Portugal, durante o período da ditadura, o Benfica passou a ser conhecido como «os encarnados», palavra com conotação bem diferente de «vermelhos» (associado aos comunistas).

Amílcar Caffé