Sobre o neologismo antropização - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sobre o neologismo antropização

Existe “antropisação” em nossa língua? Aí vai uma frase, encontrada num relatório de impacto ambiental:

«Esse ponto é constituído de uma porção de mata com um certo grau de antropisação, onde se encontra uma pequena choupana de garimpeiro, que, agora, devido ao início das obras, encontra-se abandonada.»

Cláudia Cristina Maia Brasil 5K

Não encontrei a forma “antropisação”. No entanto, o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa regista o adjectivo antrópico, ao qual atribui três acepções: «1. relativo ou pertencente ao homem ou ao seu período de existência na Terra; 2. relativo à ação do homem; 2.1. relativo às modificações provocadas pelo homem no meio ambiente.»

Desta maneira, julgo que a forma “antropisação” pressupõe um verbo que não se encontra registado nos dicionários, “antropizar”, ou seja, «humanizar», já que o elemento de formação de origem grega antrop(o)- significa «ser humano». Se assim é, a palavra deverá ser escrita antropização, constituindo um neologismo, com o significado de «processo de transformação por accão humana». Tal termo existe e tem sido usado (quanto a mim, com a forma gráfica errada), por exemplo, no contexto do debate sobre a desflorestação de extensas zonas do Brasil (a bacia do Amazonas é uma delas), como se pode comprovar por os seguintes exemplos que recolhi na Internet:

(1) «O Batista também está em processo de “antropisação”, ou seja, a cidade está crescendo preferencialmente dentro da bacia.»

(2) «O projeto inicia com o que ele chama de ''Fronteira Aberta”, os quatro grandes eixos de “antropisação” (destruição da terra pelo uso indevido) – Leste-Araguaia; Transamazônica; Santarém-Cuiabá e Calha do Amazonas.'»

Os exemplos (1) e (2) mostram que “antropisar”/antropizar se está a especializar como o reverso de humanização. Em (2), define-se mesmo a palavra: «destruição da terra pelo uso indevido». Quer isto dizer que antropização significa «uso indevido da terra pelos seres humanos».

Carlos Rocha