O neologismo inuíta/inuíte - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O neologismo inuíta/inuíte

Agradeço que nos elucidem como deve ser a tradução correcta da palavra “ennuit” (relacionada com os esquimós): inuite ou inuita?

Teresa Sustelo Tradutora/legendista Lisboa, Portugal 3K

Dos dicionários mais recentes que consultei, só o Dicionário Houiass da Língua Portuguesa (Editora Objetiva, Rio de Janeiro) é que regista a forma “inuit” e a já aportuguesada inuíte (que a recomenda). É sinónimo de esquimó.

Porquê duas palavras para designar o mesmo grupo étnico que habita o Árctico?
O vocábulo esquimó não é o que este povo utiliza para se designar a si mesmo; é, sim, proveniente de línguas do grupo algonquino (Canadá), nas quais significava «comedores de carne crua», pois supõe-se que em proto-algonquino existissem as raízes “ask-” («carne») e “-imo” («comer»). A palavra foi tomada de empréstimo pelos franceses ou pelos ingleses que colonizaram o Canadá e daí terá passado para outras línguas.

O nome pelo qual os chamados esquimós se reconhecem é “inuit”, forma registada em inglês, pelo menos desde a segunda metade do século XVIII. A palavra significa «pessoas», «gente», «homens», e é o plural de “inuk”, «homem». Esta maneira de um grupo se referir a si próprio como «pessoas» é frequente pelo mundo fora; basta lembrar que, em alemão, “Deutsch” («alemão») remonta a uma raiz germânica que significa precisamente «gente».

Desde há alguns anos que se verifica a tendência para usar “inuit” em vez de esquimó, dado o sentido pejorativo que este último vocábulo sugere. Em Portugal, no final dos anos 70, lembro-me de uma tentativa para introduzir este novo termo num programa da Radiotelevisão Portuguesa intitulado Animação e da autoria de Vasco Granja, que a recomendava sempre o termo inuíta, em vez do generalizado "esquimó". Penso, portanto, que para alguns portugueses a palavra não é desconhecida.

Qual a melhor forma em português? Consultei o Dr. Peixoto da Fonseca, que integra o Conselho Científico do Ciberdúvidas, que recomenda a forma inuíta, dada a tradição e a produtividade do sufixo -ita em português (anamita, islamita, vietnamita, etc.). O Dicionário Houaiss regista inuíte, procedendo a uma simples adaptação fonética. Veremos qual a que vinga, se aumentar o interesse dos falantes de português por esse povo da América do Norte.

Carlos Rocha