Nomes próprios precedidos de artigo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Nomes próprios precedidos de artigo

– Que frase tão poética! – comentou a Sónia.
Nas frases intercalares dos diálogos, deve-se usar o artigo definido antes do nome ou não?
Devemos dizer "comentou a Sónia" ou "comentou Sónia"?
Ainda num exemplo idêntico "disse o Jorge" ou "disse Jorge"?

Carlos Costa Portugal 9K

Qualquer das hipóteses é correcta. A diferença é que o emprego do artigo antes do nome próprio traduz uma certa familiaridade com esse nome, proximidade essa que já não existe na versão sem o artigo.

Assim, se o Jorge for, por exemplo, um amigo meu, com quem eu tenha uma certa confiança, o mais provável é eu usar o artigo: «Quem nos disse isto foi o Jorge.»

Se, pelo contrário, Jorge for alguém de quem não estou tão próximo, que me exija algum respeito no tratamento, a formalidade do trato aconselha-me que o artigo fique de fora: «Quem nos disse isto foi Jorge Sampaio.»

Rui Gouveia